50 TONS DE COMÉDIA

Sala:

Classificação Etária: 16 anos

Dias e Horários: Sábados às 21:00 e Domingos 19:30

Duração da Temporada: De 16/01/2016 até 01/05/2016

Valor do Ingresso: R$ 50,00 (Inteira); R$ 25,00 (Meia)

Uma viúva, descobre que o marido que ela jurava ser um excelente amante e marido! Não passava de uma farsa... A recém, viúva que é adepta do livro 50 tons de cinza e colocava os jogos em pratica. Para se vingar do falecido e com ajuda da emprega atrapalhada e interesseira, poê um anuncio em um a revista em busca de um novo marido... porém o anúncio saiu na Globo Rural a comédia e a confusão estão garantidas pois foi tudo armação da empregada que quer se vingar dos maus tratos da patroa. Os possíveis candidatos, são um tanto esquisitos parecem que saíram de um filme de terror. E o final a plateia decide. Com quem vai ficar Margarida?

Allex Duran, Clau Pereira, Maciel Silva e Natallia Amaral

Gênero: Comédia

Nome do espetáculo: 50 TONS DE COMÉDIA

Duração do espetáculo: 70 minutos

Diretor: Maciel Silva

Autor: Maciel Silva

Terra em Transe

Sala: Teatro Maria Della Costa

Classificação Etária: 16 anos

Dias e Horários: Sextas às 21:00 e Sábados às 19:00

Duração da Temporada: De 01 de abril a 04 de junho

Valor do Ingresso: R$1,00 (hum real para as primeiras 200 pessoas); R$10,00 (dez reais para as outras 170 pessoas)

Um Fiat Lux! Terra em Transe: foco de canhão para arrombar escuridões silenciosas que nos atordoam. Glauber Rocha quis que a terra toda estremecesse, talvez para ver um tremor que trouxesse à tona a força do poder humano, não de uma pessoa, mas de coletivos de pessoas contra as forças conservadoras e reacionárias que, vez por outra, reaparecem encobrindo o sol da vida para impedir futuras primaveras. Pariu uma obra que nos fala de maneira pertinente sobre tempos onde a democracia se fragiliza. Ele produziu este roteiro em 1967, o Brazyl (com z e y, como escrevia Glauber) encontrava-se enfartado após o golpe de 64 que deu aos militares poder autoritário absoluto, inclusive, sobre a vida cotidiana de cada brasileiro e de cada brasileira. Enfartado, este país caminhou em passos lentos, esperançoso por um regime democrático que só viria em 1985, ainda de maneira paulatina. De lá pra cá, Terra em Transe acompanhou mudanças, avanços e retrocessos políticos econômicos e sociais ao longo da história e sempre dialogando a necessidade das conjunturas do país às necessidades de rupturas e ao significado do “poder”, alimentado pelas vozes de suas respectivas multidões. Hoje esta obra prima shakespeariana brazylera avança, e avança para o teatro, para falar justamente de poderes políticos, de luta de classes, de democracia e, principalmente, da vida de um artista e suas buscas impulsionadas por um ideal, através da figura do Poeta, personagem central desta epifania, ou melhor dizendo, deste transe profundo que Glauber nos deixou como Rocha viva para ser revista e lapidada pela finitude eterna de nossos tempos. Terra em Transe é um espetáculo que renasce vermelho sangue, cor da paixão, do hálito vertiginoso de dionyzo embriagado de vinho, para ver reascender o fogo de dentro de nossos corpos afim de que possamos sacar os tempos atuais com todas as contradições vividas. Como Antonin Artaud, que via o teatro como um propiciador de curas, desejamos uma imersão coletiva de experiência social-política-filosófica-ritualística na existência humana, operando para descoagular os abcessos sociais e, se possível, nos livrar de tumores futuros. Terra em Transe surge em boa hora. Vamos juntos estremecer a terra.

Alcides Peixe Aluado Ramoony Irun Gandolfo Flavio KaGe Wagner Tibério Ruan Azevedo Sophia Aloha

Gênero: Tragédia

Nome do espetáculo: Terra em Transe

Duração do espetáculo: 100 minuto

Diretor: Diego Gonzalez

Autor: Glauber Rocha

Os Três Porquinhos - Uma Comédia Musical

Sala: Teatro Maria Della Costa

Classificação Etária: Livre

Dias e Horários: Domingos às 16:00

Duração da Temporada: De 01 de Maio à 26 de Junho de 201

Valor do Ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (Meia)

Mamãe Porca, preocupada com a vida de seus três porquinhos a fim de protegê-los do homem da fazenda que os preparariam como refeição, decide conduzi-los a diferentes caminhos adentro da floresta, para que possam construir suas casinhas e assim viver com mais segurança. Então começam as perseguições do faminto Lobo Rap. O irreverente Lobo utiliza-se de muita malandragem e vários disfarces para tentar pegar os três porquinhos, derrubando as casinhas que encontra pela frente. No meio desta confusão personagens de outras histórias, como a Branca de Neve, a Bruxa e a Vovozinha da Chapeuzinho Vermelho aparecem por engano nesta aventura musical, além dos personagens típicos como o caipira do sudeste, o gaúcho do sul e o nordestino, que ajudam os porquinhos a construir suas casinhas doando materiais nas terras em direção as cinco Regiões Geográficas do país. A história termina após várias e atrapalhadas tentativas frustradas do Lobo Rap frente à esperteza dos Três Porquinhos em um final emocionante.

J.C Rocco, Arnaldo Ajani, Henrique de Oliveira, Alexandre Freitas e Jaque Nunes.

Gênero: Infantil

Nome do espetáculo: Os Três Porquinhos - Uma Comédia Musical

Duração do espetáculo: 60 minutos

Diretor: J. C. Rocco

Autor: Adaptação de J. C. Rocco

CIGARRA E A FORMIGA - UMA AVENTURA ECOLÓGICA

Sala: Teatro Maria Della Costa

Classificação Etária: Livre

Dias e Horários: Sábados às 17:00

Duração da Temporada: De 3s adultos, não a consciência

Valor do Ingresso: R$ 40,00 (Inteira) e R$ 20,00 (Meia)

O Grupo Arte Educação de Pesquisa Ambiental, apresenta “A Cigarra e a Formiga”. Neste texto de LA FONTAINE, J.C. Rocco superou a mensagem original, que é a valorização do trabalho integrado socialmente;“Uma Aventura Ecológica” além de estimular a curiosidade das crianças sobre o meio ambiente, leva a uma consciência ecológica. Pingo d’água é um personagem que mora num rio poluído próximo a casa do Seu Formiga. Ciente de uma possível catástrofe, de o planeta ficar sem água, por causas dos abusos que nós, habitantes causamos ao meio ambiente, tais como, o desperdício da água, as sujeiras que acumulamos nos rios e os desmatamentos aleatórios que produzimos, faz com que Pingo convoque as crianças a cobrarem dos adultos, não a consciência ecológica, que todos já deveriam ter, mas sim a agirem agora dando um BASTA a tudo isto.

Kelly Rodrigues, Alexandre Luz e J.C Rocco.

Gênero: Infantil

Nome do espetáculo: CIGARRA E A FORMIGA - UMA AVENTURA ECOLÓGICA

Duração do espetáculo: 60 minutos

Diretor: J. C. Rocco

Autor: Adaptação de J. C. Rocco

Escolha uma peça que já está em cartaz e veja com seus amigos.

50 TONS DE COMÉDIA

Direção: Maciel Silva

Uma viúva, descobre que o marido que ela jurava ser um excelente amante e marido! Não passava de uma ...

Genero: Comédia

Terra em Transe

Direção: Diego Gonzalez

Um Fiat Lux! Terra em Transe: foco de canhão para arrombar escuridões silenciosas que nos atordoam. ...

Genero: Tragédia

Os Três Porquinhos - Uma Comédia Musical

Direção: J. C. Rocco

Mamãe Porca, preocupada com a vida de seus três porquinhos a fim de protegê-los do homem da fazenda que ...

Genero: Infantil

Entre em contato conosco

" As informações para contato estão disponiveis nessa área, ou se preferir pode nos mandar um email pelo nosso formulário, caso queira tirar dúvidas, dar sugestões, ou saber mais sobre o teatro entre em contato conosco, que teremos prazer em atende-los... ”

História

" Em outubro de 1954 foi inaugurado o Teatro Maria Della Costa, de propriedade da atriz Maria Della Costa e do empresário Sandro Polloni, que apresentaram como espetáculo de estréia "O Canto da Cotovia"de Jean Anouhil, sob a direção de Gianni Ratto... ”

Copyrigth © Todos os Direitos Reservados à APETESP - 2003/2010 - By Rodrigo